Notícia

Gabinete Civil

Gabinete Civil do Estado de Alagoas
Segunda, 18 Novembro 2019 04:17
MARCO HISTÓRICO

"Obra de acesso à Serra da Barriga é conquista nacional", diz gerente de Articulação Social do Gabinete Civil

Serra será visitada nesta quarta-feira (20) para celebrações no Dia da Consciência Negra; governador entregou obra que vai valorizar turismo no local

Superintendente de Articulação Social do Gabinete Civil, Edenilsa Lima; Gabriela Argolo e o ativista do Movimento Negro Zezito Araújo na inauguração do acesso à Serra da Barriga Superintendente de Articulação Social do Gabinete Civil, Edenilsa Lima; Gabriela Argolo e o ativista do Movimento Negro Zezito Araújo na inauguração do acesso à Serra da Barriga
Texto de Wellington Santos

Turistas, movimento negro e toda a sociedade alagoana e brasileira que forem à celebração do Dia Nacional da Consciência Negra, na quarta-feira (20), no Parque Memorial Quilombo dos Palmares, localizado na Serra da Barriga, no município de União dos Palamres, terão uma grata surpresa.

 

O governador Renan Filho inaugurou semana passada a estrada de acesso à Serra da Barriga, em União dos Palmares, a 80 km de Maceió. A pavimentação da via atende a uma reivindicação antiga do movimento negro, do trade turístico alagoano e dos moradores do município, localizado no Vale do Mundaú.

 

A estrada possui 7,5 quilômetros de extensão, constituída de asfalto (5km) e paralelepípedo (2,5 km). A obra contou com investimento de R$ 8,4 milhões do Governo do Estado. Foram instalados, ainda, drenantes, passeios e pórticos, além da sinalização horizontal, vertical e turística.

 

A ordem de serviço foi assinada por Renan Filho em 20 de novembro de 2017, Dia da Consciência Negra, quando a Serra da Barriga recebeu a certificação de Patrimônio Cultural do Mercosul. "Agora vamos trabalhar para tornar a Serra da Barriga Patrimônio da Humanidade, porque há poucas áreas tão importantes como essa no mundo", disse o governador, na ocasião.
O Parque, que é uma referência ao Quilombo dos Palmares – o maior, mais duradouro e mais organizado refúgio de escravos das Américas – será palco de atrações que têm como objetivo conscientizar, promover e valorizar as diversas artes e culturas afro-brasileiras.

 

A gerente de Articulação Social do Gabinete Civil, Edenilsa Lima, lembra a importância desse marco para a Serra da Barriga. "É uma grande conquista nacional, não só para Alagoas. O Gabinete Civil foi órgão que integrou todas as ações do Estado para que esse momento acontecesse, ao constituir um comitê gestor para trabalhar a concretização desta obra tão importante para o movimento negro, sociedade alagoana e o Brasil", destacou Edenilsa.

 

Ela lembra ainda que a Gerência de Articulação Social do Gabinete Civil trabalha na articulação para o diálogo e valorização das políticas de todos os povos tradicionais em Alagoas, como negros, quilombolas, ciganos e índios.

 

Zezito Araújo, ativista do movimento negro, ressalta a conquista para o movimento com a obra entregue. "O movimento negro dialogou com o Estado para a concretização deste sonho e da valorização da Serra da Barriga para o visitante conhecer a história do local e esse espaço geográfico", destacou.